Para reservas ligue (11) 3062-5338

©2017 por Gina Comunicações

Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Destaques

O HOMEM MODERNO COME MAIS LEVE

May 31, 2017

Certo refinamento nos hábitos alimentares faz parte da história da humanidade, pois o ser humano foi modificando a qualidade, quantidade e espécie de alimentos que consume de acordo

 

com fatores ambientais e comportamentais.

 

As mudanças alimentares foram tão relevantes no passado que nosso cérebro, por exemplo, conseguiu crescer em tamanho e eficiência quando nossos ancestrais passaram a cozinhar as carnes das caças, e nossas mandíbulas encolheram por falta da necessidade de mastigar carne crua. Surpreendente como um detalhe tão aparentemente simples teve um impacto tão determinante na nossa evolução.

 

Por como eu vejo a comida e os hábitos ligados ao consumo alimentar, acredito que assim como nossos ancestrais, nós homens contemporâneos, também vivemos um momento de mudança importante. Nossa vida demanda um aporte calórico (ou uma contribuição calórica) definitivamente menor em comparação a quem viveu no planeta até 100 anos atrás. O auxílio de máquinas - pois usamos máquinas até para exprimir laranja - mudaram nosso equilíbrio calórico e precisamos ingerir muito menos calorias do que antes. Ao mesmo tempo, hoje a ciência nos explica no detalhe os processos bioquímicos que regem nosso metabolismo e finalmente temos a opção de decidir quais alimentos e quantidades deveríamos consumir.

 

O papel do cozinheiro profissional nisto é importantíssimo, tanto a nível pedagógico quanto de divulgação de um consumo de alimentos consciente e funcional para necessidades específicas e qualidade de vida em geral.

 

Em meu restaurante levo muito a sério a qualidade dos ingredientes e os processos para transformá-los num prato. As gorduras animais são utilizadas com cautela pois além de serem prejudiciais à saúde, se consumidas em excesso tendem a prevalecer no sabor dos pratos, impedindo que aromas e sabores mais leves apareçam e doem maior complexidade à comida. 

 

É mito que sem gordura não tem sabor. Já comi em restaurantes onde os vegetais eram os únicos ingredientes e o cozimento delicado ocasionava em resultados ótimos. As gorduras, em muitos casos, mascaram e cobrem a verdadeira natureza dos sabores, especialmente os mais delicados e elegantes. Cuidado, não estou condenando a gordura em geral, ela é ótima; apenas ressalto que existem alimentos onde ela não deveria entrar em jogo ou aparecer ‘na surdina’.

 

Buon appetito a tutti!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga a gente

Please reload

Tags

Please reload

Arquivos

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon